sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

O que a igreja precisa saber, mas os pastores não falam...

Alguém me responda, por favor, porque os membros das igrejas não têm acesso a sua própria história? Porque os pastores oferecem leituras superficiais dos textos bíblicos em seus púlpitos sob a desculpa de que a igreja não está preparada para conhecer outras possibilidades de leitura? Porque desde o Seminário aprendemos que alguns temas da teologia não podem ser levados até a igreja? Porque os pastores escondem, enganan, desconversam, negam-se a ensinar os conteúdos reais da bíblia e ensinam somente a partir da tradição, que muitas vezes é a-crítica e traz leituras frágeis e inconsistentes da Bíblia e da história cristã?
Este blog se propõe a trazer outras possibilidades de leitura do texto bíblico, apresentando a igreja, àqueles que se interessarem, novas ferramentas e novas maneiras de se posicionar diante do texto bíblico e diante da nossa tradição de fé. Acreditamos que o contato da igreja com os saberes desenvolvidos na academia e em novas propostas de igrejas, que já tentam adaptar suas praticas pastorais a leituras mais responsáveis do texto e dos discursos religiosos, irão contribuir com o crescimento da igreja e não destruí-la como muitos tem dito, usando esta desculpa para se isentar de suas responsabilidades pela manutenção de suas zonas de conforto.
Muita coisa boa vem por aí... Preparem-se... rsss

6 comentários:

gbbmedrado disse...

O que a igreja precisa saber e que os pastores de hoje tem esquecido de dizer é que Jesus vai voltar e para encontrar com Ele é necessário buscar a santificação. Ah, a Bíblia está ai pra todo cristão verdadeiro e que realmente tem compromisso com Deus ler, e ser guiado pelo próprio Espirito Santo à revelação da verdade que só pode ser entendida e discernida espiritualmente. Isso é o que os pastores deveriam estar pregando, e não indo atrás de teorias teológicas sem inspiração divina alguma, mas apenas um belo discurso recheado de sabedoria humana...

Marcos Fellipe disse...

Olá Gil... Na verdade é o contrário, a mensagem da igreja se distancia da mensagem de Jesus qd parte para o caminho proselitista e triunfalista, que tem como pretexto a volta de Cristo .. Qd Jesus esteve entre nós ele não pregou religião, ele pregou o Reino de Deus, e afirmou que o Reino de Deus já havia chegado e estava entre nós... Não podemos mais ficar em nossos templos tentando ser perfeitos enquanto esperamos por alguma coisa... O Reino de Deus está aí precisamos abrir nossos olhos para percebe-lo no mundo real e concreto como o Cristo de Nazaré fez...
Teologia é a fala sobre Deus, isso que vc escreveu é uma teologia, teologia que norteou a igreja evangélica brasileira por muitos e muitos anos... Eu pessoalmente acredito que precisamos de uma outra teologia, inspirada sim pelo Espírito Santo, mas que nos faça portadores da mensagem de libertação e de vida e não meros religiosos que se suportam em uma espécie de clube religioso esperando a volta de Cristo

Ana Paula Duarte disse...

Só faltou acrescentar uma coisinha ao texto, mais precisamente no final: CONHECEREIS A VERDADE E A VERDADE VOS LIBERTARÁ!E o conhecimento liberta!
O conhecimento humano é importante?É óbviu...O criador nos deu, agora, é ato que os pastores atuais tem se utilizado da mesma retórica que os políticos para manipular os ignorantes!Crer é também pensar, mas os pastores não incentivam isso, sempre me questionei sobre isso e quando ia perguntar, respostas vagas e cheias de mistério não tinham sentido porque eu pensava!
Espero pelas coisas boas!Verdades de fato e não apenas um lado influenciado por homens que utilizam a palavra de Deus com interpretações errôneas.
Maarcoos, o blog tah massa!Bjoos*

Anônimo disse...

Fellipe, concordo com você no que se refere ao discurso dos pastores, à postura dos cristãos. Sempre achei pretencioso os patores falarem com base nas suas experiências com seus preconceitos maculados por sua história falarem em nome e na autoridade de Cristo, na verdade não é isto, Cristo falava por meio deles (assim fica melhor). E os irmãos... como é fácil ser cristão no aconchego dos bancos da igreja, que maravilha!!! Todos com selos de salvos de perfeitos com dedo em riste a apontar defeitos alheios a condenar os sem selos ao pecado e ao inferno. Mas acho que isso tudo é chover no molhado, sequer é novo, Cristo, segundo a bíblia já teria chegado a esta conclusão, nem sempre com parcimônia.
Eu quero conversar mesmo é sobre outra coisa... quem está com a razão, Marcos? A tradição, a ciência, o Espírito ou você? Com quem está a verdade? O que é a verdade? O que você sabe sobre a verdade? Quem te contou sobre ela? Leu nos livros dos seminário? Foi o esprírito quem falou para você, e se foi isso, quem garante que também não fala aos pastores nas suas pregações rasteiras surperficiais proselitista e triunfalista?
Como não cair no mesmo erro?...

Marcos Fellipe disse...

Não tenho nenhum interesse em trazer verdades, que ninguém as têm. Nem tenho a pretensão de dizer que meus textos são inspirados pelo Espírito Santo... Mas minha vida é movida pelo Espírito, m seus variados movimentos de erros acertos, subidas decidas, nos caminhos e nos descaminhos... E esses textos são inspirados por esta vida...

Unknown disse...

gostaria de propor uma verdade que as igrejas não contam e esta na biblia:

1° a timoteo 3:8 Da mesma sorte os diáconos sejam honestos, não de língua dobre, não dados a muito vinho, não cobiçosos de torpe ganância;

Percebe-se facilmente que os primeiros cristãos bebiam pequenas doses de bebidas alcoolicas, ja que conforme o texto da biblia fala: "não podia beber muito para ser diacono"
Gostaria de saber qual pastor tem maior autoridade do que Paulo para contraria-lo em seu ensinamento aos lideres da igreja e dizer que até um gole de bebida alcoolica é proibido?

A propria biblia não é a fAVOR dessas doutrinas dos homens que se preocupam em apenas mostrar na biblia o que lhe convem, ex: Dizimos.